Fique Diva - Especial Dia da Consciência Negra: Marih Santos fala sobre o orgulho que sente da sua cor!

24/11/2017 / Publicado por Vitória Quirino

Especial Dia da Consciência Negra: Marih Santos fala sobre o orgulho que sente da sua cor!

Marih Santos é a última entrevistada do Especial Dia da Consciência Negra

Marih Santos é a última entrevistada do Especial Dia da Consciência Negra

Marih Santos contou sobre suas vivências enquanto mulher negra e sua relação com o cabelo crespo

Marih Santos contou sobre suas vivências enquanto mulher negra e sua relação com o cabelo crespo

'O racismo que sofri sempre foi mais direcionado para o cabelo, já me deram muitos apelidos na época de escola e várias vezes que ando na rua tem algumas pessoas que gritam apelidos desagradáveis', explicou a diva

'O racismo que sofri sempre foi mais direcionado para o cabelo, já me deram muitos apelidos na época de escola e várias vezes que ando na rua tem algumas pessoas que gritam apelidos desagradáveis', explicou a diva

Para Marih Santos, a transição capilar influenciou totalmente sua aceitação como mulher negra

Para Marih Santos, a transição capilar influenciou totalmente sua aceitação como mulher negra

Para Marih Santos, o Dia da Consciência Negra se resume em superação, mostrar que o sofrimento dos negros não foi em vão e em combater o racismo

Para Marih Santos, o Dia da Consciência Negra se resume em superação, mostrar que o sofrimento dos negros não foi em vão e em combater o racismo

'Eu me orgulho muito da minha cor, do meu cabelo, dos meu traços e meu sonho é viver em um mundo onde não exista preconceito racial e que haja igualdade!', finaliza Marih

'Eu me orgulho muito da minha cor, do meu cabelo, dos meu traços e meu sonho é viver em um mundo onde não exista preconceito racial e que haja igualdade!', finaliza Marih

Depois de uma semana inteira refletindo com as nossas divas influenciadoras sobre questões raciais como a aceitação dos cabelos afros, identificação e conexão com as raízes e empoderamento, o Especial Dia da Consciência Negra - que entrevistou Luany Cristina, Nana Freitas e Jeniffer Nascimento - chega ao fim com a maravilhosa Marih Santos para fechar com chave de ouro. A youtuber compartilhou com o Fique Diva algumas histórias sobre suas vivências enquanto mulher negra e sua relação com o cabelo crespo. No final, Marih também deixou uma reflexão sobre igualdade racial. Vem conferir!

FD: Sabemos que a sociedade brasileira ainda é muito racista, como foi crescer em um ambiente assim? Você já foi vítima de racismo?

Marih: O racismo que sofri sempre foi mais direcionado para o cabelo, já me deram muitos apelidos na época de escola e várias vezes que ando na rua tem algumas pessoas que gritam apelidos desagradáveis. Eu sempre ficava chateada a respeito disso e esse foi um dos motivos para eu alisar o meu cabelo, mas, hoje, eu nem ligo mais, pois na minha opinião, o melhor a se fazer é ignorar.

FD: A transição capilar influenciou a sua aceitação como mulher negra?

Marih: Sim, a transição capilar mudou completamente a forma como eu me vejo. Antes eu vivia apenas para agradar e me encaixar nos padrões estabelecidos pela sociedade, mas hoje em dia eu consigo ser quem eu realmente sou, aceitando minhas características sem ligar para o que os outros vão pensar.

FD: O que o dia da consciência negra representa para você?

Marih: Para mim o dia da consciência negra se resume em superação, mostrar que o sofrimento dos meus antepassados negros não foi em vão e em combater o racismo, que infelizmente ainda existe. Com a crescente do empoderamento do povo negro, tenho esperança que, em algum momento, todo esse preconceito mude de alguma maneira. Eu me orgulho muito da minha cor, do meu cabelo, dos meu traços e meu sonho é viver em um mundo onde não exista preconceito racial e que haja igualdade!

Mais Matérias:

Mais Matérias

Espaço Diva

Fique ainda mais diva usando a hashtag #fiquedivacomniely no Instagram