Fique Diva - Quando não devemos aplicar óleo de coco no cabelo?

07/02/2019 / Publicado por Vitória Quirino

Quando não devemos aplicar óleo de coco no cabelo?

Mesmo sendo um dos ingredientes mais famosos nos cuidados capilares caseiros, o óleo de coco pode não funcionar bem em todos os tipos de cabelo

Mesmo sendo um dos ingredientes mais famosos nos cuidados capilares caseiros, o óleo de coco pode não funcionar bem em todos os tipos de cabelo

A sobrecarga de nutrição pode influenciar nos resultados do óleo de coco no cabelo

A sobrecarga de nutrição pode influenciar nos resultados do óleo de coco no cabelo

Alguns produtos capilares também são incompatíveis com as madeixas

Alguns produtos capilares também são incompatíveis com as madeixas

Fios lisos e ondulados não podem receber uma quantidade muito grande de óleo na umectação para evitar a oleosidade

Fios lisos e ondulados não podem receber uma quantidade muito grande de óleo na umectação para evitar a oleosidade

As máscaras de hidratação são as mais indicadas para combater problemas com ressecamento, evite usar óleos para essa função

As máscaras de hidratação são as mais indicadas para combater problemas com ressecamento, evite usar óleos para essa função

Usando o óleo de coco corretamente, você evita acabar com um resultado indesejado

Usando o óleo de coco corretamente, você evita acabar com um resultado indesejado

Alguns produtos capilares ganharam o coração das mulheres e marcam presença na maioria das receitas caseiras. Entre eles estão os famosos óleos vegetais, a maizena e plantas como a babosa. Mas talvez, o ingrediente que mais se destaca seja o óleo de coco. Esse umectante garante benefícios incríveis para o cabelo e funciona muito bem em todos os tipos de fio.

Porém, da mesma forma que devemos saber quando hidratar e cuidar das madeixas, também temos que entender quando pausar um tratamento que não está mais dando certo para os nossos fios. E isso também pode acontecer com o óleo de coco. Se você já tentou utilizar o produto de todas as formas possíveis e os resultados ainda não são os esperados, vem com o Fique Diva conferir os motivos e situações que indicam quando não devemos usar o ingrediente!

1. Quando os fios já estiverem nutridos

Não é à toa que o cronograma capilar possui três etapas diferentes para repor nutrientes. Os nossos fios possuem variadas necessidades e os tratamentos devem ser diversos para suprir todas elas. E quando você insiste em um único tipo de reposição, seus fios podem sofrer com a sobrecarga dessa substância. Isso acontece com a hidratação, nutrição e também com a reconstrução. Então, um dos motivos para o óleo de coco não oferecer o resultado desejado pode ser o excesso de nutrição nas madeixas.

2. Se o óleo de coco for incompatível com o seu fio

Não tem jeito, alguns ingredientes simplesmente não são compatíveis com os nossos cabelos. Assim como muitas meninas relatam casos de ressecamento com as hidratações de café, outras também podem ter incompatibilidade com o óleo de coco, a babosa e outros produtos. Não existe uma fórmula secreta para o cabelo perfeito, diva! O que funciona para uma pessoa pode, sim, não funcionar para você e está tudo bem. Existem outros óleos vegetais que garantem um bom resultado e você não precisa continuar investindo no erro. A dica é ir testando até encontrar um que ofereça o resultado que você deseja.

3. Evite grandes quantidades em cabelos oleosos

Um dos maiores problemas enfrentados por quem utiliza o óleo de coco é a dificuldade de remover o produto do cabelo. Essa etapa é essencial para finalizar o tratamento sem ter que lidar com mechas oleosas, pesadas e com aspecto sujo. E se você se identifica com essas características sempre que utiliza o óleo de coco, não é preciso pausar o uso, e sim controlar a quantidade aplicada. No caso dos cabelos lisos e ondulados, que são os que mais sofrem com a oleosidade, a sugestão é sempre evitar a raiz e concentrar a aplicação no comprimento e nas pontas. Assim, você trata a parte mais desgastada do cabelo e preserva um nível normal de oleosidade no couro cabeludo.

4. Para combater o ressecamento é melhor apostar nas máscaras

Quando os seus fios estiverem com sintomas clássicos do ressecamento, como o frizz, leve porosidade e grande formação de nós, o óleo de coco pode não ser a melhor opção de tratamento. Apesar de ser um produto que garante maciez e sedosidade para os fios, o óleo de coco é um ingrediente pertencente à etapa de nutrição. Para fazer a reposição de água que seu cabelo precisa, o mais indicado é investir em uma boa máscara de hidratação ou até mesmo nas receitas caseiras com glicerina, babosa ou maizena.

Mais Matérias:

Mais Matérias

Espaço Diva

Fique ainda mais diva usando a hashtag #fiquedivacomniely no Instagram