Fique Diva - Quer desistir da transição capilar? 5 motivos para seguir em frente!

03/11/2017 / Publicado por Vitória Quirino

Quer desistir da transição capilar? 5 motivos para seguir em frente!

5 motivos para te dar forças e continuar a transição capilar

5 motivos para te dar forças e continuar a transição capilar

Dê uma chance aos seus cabelos naturais e liberte sua identidade

Dê uma chance aos seus cabelos naturais e liberte sua identidade

A transformação depois do Big Chop acontece por fora e por dentro

A transformação depois do Big Chop acontece por fora e por dentro

Durante a transição capilar, você adquire confiança e amor-próprio

Durante a transição capilar, você adquire confiança e amor-próprio

Ignore as críticas e lembre-se sempre que não existe cabelo ruim, ruim é o preconceito

Ignore as críticas e lembre-se sempre que não existe cabelo ruim, ruim é o preconceito

Não desista desse novo ciclo de autoconhecimento

Não desista desse novo ciclo de autoconhecimento

Passar pela transição capilar não é um momento fácil para a maioria das mulheres que decidem assumir seus cabelos naturais. Lidar com duas texturas, ouvir comentários maldosos e ter pouco apoio de amigos e familiares são questões reais da transição, mas comparados aos benefícios finais, esses problemas não podem te parar! E com essa intenção separamos 5 motivos chegar até o final da transição capilar.

1. Libertando sua verdadeira identidade!

Com a aceitação dos fios e a viralização das trocas de conhecimentos capilares na internet, as mulheres, que usavam químicas por considerá-las como a única opção de tratamento, puderam dar uma chance aos seus cabelos naturais e libertar suas identidades.

2. Um novo ciclo com muita autoaceitação e autoestima

Por ocorrer durante um longo período, em que muitas meninas esperam o cabelo crescer
totalmente da raiz, a transição capilar envolve a mudança na forma de enxergar os cabelos crespos e cacheados e também na construção da autoestima, que pode ser abalada nesse momento. Muitas cacheadas e crespas que finalizaram o processo após o Big Chop afirmam mudanças no estilo de se vestir e, também, na personalidade. A transformação acontece por dentro e por fora!

3. Bastante empoderamento, confiança e amor-próprio

O empoderamento e a confiança adquiridas nesse período vão muito além da estética capilar. A verdade é que você não precisa ter fios naturais para ser empoderada e também não precisa impor a ditadura do cabelo natural para isso. Se amar é o principal e você - nem ninguém - é obrigada a nada!

4. Resistência aos padrões estéticos

Por sempre ter sido relacionada como uma característica ruim, a aceitação de cabelos
cacheados e crespos também pode ser vista como forma de resistência das que investem no visual. Assumir seus cachos é também uma ação política. Lembre-se sempre que não existe cabelo ruim, ruim é o preconceito.

5. Transição também é momento de autoconhecimento

A transição capilar é um momento de entrar em contato com suas origens e características, ir contra os preconceitos e piadas ouvidas, fortalecer sua personalidade e confiança, mas
acima de tudo, é um momento de redenção. O processo marca o início de um novo ciclo repleto de amor-próprio e muita autoestima. Nunca foi só sobre cabelo!

Mais Matérias:

Mais Matérias

Espaço Diva

Fique ainda mais diva usando a hashtag #fiquedivacomniely no Instagram