Fique Diva - Reconstrução é a mesma coisa que cauterização? Saiba como funciona cada tratamento

19/03/2018 / Publicado por Vitória Quirino

Reconstrução é a mesma coisa que cauterização? Saiba como funciona cada tratamento

A reconstrução e a cauterização são tratamentos que ajudam a repor massa nos fios! Tenha atenção ao momento correto de usar cada uma delas para não deixas os fios rígidos com sobrecarga de queratina e proteínas

A reconstrução e a cauterização são tratamentos que ajudam a repor massa nos fios! Tenha atenção ao momento correto de usar cada uma delas para não deixas os fios rígidos com sobrecarga de queratina e proteínas

Quando se começa a cuidar dos cabelos surgem muitas dúvidas e é normal enfrentar um período de adaptação aos termos e tratamentos que não eram conhecidos antes. Depois que passa o primeiro choque de saber que apenas a hidratação não é suficiente, começa a parte de pesquisa sobre as outras etapas do cronograma capilar. E mesmo depois de entender as fases necessárias na rotina de cuidados - hidratação, nutrição e reconstrução - ainda é possível se confundir com as variações de procedimentos, como a umectação, queratinização e cauterização. Para solucionar seus problemas, o Fique Diva veio mostrar as diferenças entre a reconstrução e a cauterização. Vem conferir!

A cauterização utiliza o calor para selar as cutículas do fio

A cauterização é um dos jeitos de se fazer a reconstrução. Esse tratamento é mais intenso que a reposição de massa comum feita por meio das máscaras. Aqui, o principal produto utilizado é a queratina líquida, que é uma aliada poderosa para recuperar danos nas madeixas e repor a proteína. Para ter uma ação ainda mais efetiva, no fim do processo, os fios são selados com a ajuda das ferramentas de calor, chapinha para os cabelos lisos e difusor nos crespos ou cacheados. Esse passo é essencial para manter os nutrientes dentro da cutícula do fio.

A reconstrução é o processo amplo de devolver proteínas, queratina e massa ao cabelo

O tratamento de reconstrução é o terceiro passo do cronograma capilar e nada mais é do que o ato de repor proteínas, queratina e massa ao cabelo. A máscara concentrada, o uso da queratina líquida pura, a cauterização e a queratinização são formas de reconstrução. Os tratamentos que cuidam da estrutura e da cutícula dos fios, com cargas de aminoácidos e vitaminas, também se encaixam nessa categoria. 

Quando usar cada tratamento?

Tanto a reconstrução quanto a cauterização não podem ser feitas em excesso, pois geram o risco de ter como resultado fios rígidos pela sobrecarga de proteínas. Por isso, é preciso ter bastante atenção aos sinais do seu cabelo para entender quando é realmente necessário aplicar cada tratamento.

A reconstrução com a máscara concentrada pode ser usada mais vezes e é a mais recomendada para procedimentos de rotina. Já a cauterização por ser mais intensa, pode ser negativa no caso de cabelos extremamente quebrados e elásticos. Madeixas nesse estado precisam primeiro passar pela reposição mais leve de massa, feita com o creme de tratamento. Por estarem fragilizadas demais, as altas temperaturas podem piorar a situação.

Mais Matérias:

Mais Matérias

Espaço Diva

Fique ainda mais diva usando a hashtag #fiquedivacomniely no Instagram