Fique Diva - Tenho cabelo cacheado e quero alisar, qual é a melhor forma?

21/08/2017 / Publicado por Marina Couto

Tenho cabelo cacheado e quero alisar, qual é a melhor forma?

Se você tem cabelo cacheado e quer alisar, precisa avaliar primeiro o seu tipo de cacho para investir no tratamento mais adequado

Se você tem cabelo cacheado e quer alisar, precisa avaliar primeiro o seu tipo de cacho para investir no tratamento mais adequado

O tioglicolato de amônia serve tanto para alisar ou para enrolar os cabelos, dependendo da ferramenta usada

O tioglicolato de amônia serve tanto para alisar ou para enrolar os cabelos, dependendo da ferramenta usada

A guanidina é recomendada para quem tem cabelos mais crespos e pretende alisá-los

A guanidina é recomendada para quem tem cabelos mais crespos e pretende alisá-los

Faça um teste de mecha e cuide dos fios antes de aplicar o produto alisante completamente nos cabelos

Faça um teste de mecha e cuide dos fios antes de aplicar o produto alisante completamente nos cabelos

Após o alisamento, recupere os cabelos com hidratação e reconstrução com queratina líquida

Após o alisamento, recupere os cabelos com hidratação e reconstrução com queratina líquida

Se for alisar os cabelos com formol, é importante que a substância esteja em quantidade permitida, de 0,2%

Se for alisar os cabelos com formol, é importante que a substância esteja em quantidade permitida, de 0,2%

Assumir os cabelos cacheados e crespos é um movimento importante de aceitação e empoderamento. No entanto, não são todas as meninas que pretendem parar de alisar os fios - e isso não é nenhum problema! Se o alisamento é a sua opção, é fundamental saber, em primeiro lugar, quais são os métodos mais indicados e seguros. Por isso, o Fique Diva separou algumas dicas para quem ainda tem dúvidas. Confira!

É preciso avaliar o tipo de cacho para escolher o melhor alisamento

Nem todos os produtos para alisar ou relaxar reagem do mesmo jeito em diferentes cachos. Nesse caso, é importante considerar o seu tipo de fio antes de fazer o procedimento químico. Se os seus caracóis forem mais abertos e ondulados, as escovas progressivas tradicionais ou inteligente alinham as madeixas sem mexer na estrutura dos fios.

Já se o seu fio é mais fechado e crespo, como os cachos do tipo 4, e você quer alisá-lo definitivamente, pode apostar nos alisamentos com tioglicolato. Existem muitas opções de alisamento com a substância, mas é preciso usar a química com muito cuidado.  

Saiba a diferença entre relaxamento, guanidina e tioglicolato de amônia

Se você busca outras opções sem formol e mais seguras, dá para escolher entre o relaxamento, a guanidina e o tioglicolato. Mas qual é a diferença entre essas substâncias? O tioglicolato pode ser usado tanto para alisar quanto para enrolar as madeixas, tudo vai depender do seu objetivo e da ferramenta usada. Já o relaxamento não alisa, mas deixa os cachos mais abertos e diminui o volume.

Para quem tem os cabelos bem crespos e pretende alisar de um jeito mais natural, a guanidina é a opção mais indicada. O alisamento com o produto é definitivo e você só precisa retocar as partes crescidas a cada três meses. Mas atenção: a guanidina não é compatível com algumas químicas (tioglicolato, por exemplo), então fique de olho se você tem coloração ou usou outro produto anteriormente.

Os cabelos precisam estar saudáveis para não sofrer com o corte químico

Mesmo que a química que você tenha escolhido para alisar os cachos seja mais suave, é fundamental fazer um teste de mechas antes de aplicar o produto completamente nos cabelos. Isso porque você corre o risco de ter um corte químico, se os seus fios não estiverem fortes o suficiente.

Antes disso, é ainda mais importante manter as madeixas protegidas com hidratações regulares. Como o alisante forma uma espécie de capa ao longo dos fios, ele precisam estar saudáveis para receber a química. 

Após o alisamento, invista em tratamentos mais profundos

Agora que seus cabelos estão do jeitinho que você quer, nada de descuidar das madeixas, certo? Os fios alisados demandam cuidados especiais e mais profundos, para recuperar as agressões causadas pela química.

Além das hidratações semanais, que precisam ser mantidas, vale a pena investir na reconstrução com a queratina líquida pelo menos a cada 15 dias. O tratamento vai devolver a proteína e o brilho dos seus fios.

Mais Matérias:

Mais Matérias

Espaço Diva

Fique ainda mais diva usando a hashtag #fiquedivacomniely no Instagram