Fique Diva - Amor-próprio: 4 dicas para melhorar a autoestima e o relacionamento com você mesma!

19/06/2019 / Publicado por Ariel Borges

Amor-próprio: 4 dicas para melhorar a autoestima e o relacionamento com você mesma!

Não exagere na autocrítica: se cobrar demais não faz nada bem para a autoestima (Foto: Instagram @sincerelyjules)

Não exagere na autocrítica: se cobrar demais não faz nada bem para a autoestima (Foto: Instagram @sincerelyjules)

Arrasar com cabelo e maquiagem é bom, mas você já parou para cuidar do que está aí dentro? (Foto: Instagram @itsmyrayeraye)

Arrasar com cabelo e maquiagem é bom, mas você já parou para cuidar do que está aí dentro? (Foto: Instagram @itsmyrayeraye)

O amor-próprio é construído de acordo com a bagagem e a vivência de cada uma (foto: Instagram @girlwithcurves)

O amor-próprio é construído de acordo com a bagagem e a vivência de cada uma (foto: Instagram @girlwithcurves)

Cuidar da sua saúde também é uma forma de estimular o amor-próprio (Foto: Instagram @maddiegreer)

Cuidar da sua saúde também é uma forma de estimular o amor-próprio (Foto: Instagram @maddiegreer)

Você é incrível e não precisa se comparar com outras pessoas para isso (Foto: Instagram @ohwendyoh)

Você é incrível e não precisa se comparar com outras pessoas para isso (Foto: Instagram @ohwendyoh)

Toda mulher que se dispõe a descobrir formas de aumentar o amor-próprio encontra um caminho próprio. Pode ser mais simples para umas, complicado e doloroso para outras, mas o importante nesse processo é que todas aprendam a se desamarrar dos fardos que a sociedade coloca nas nossas costas. Se amar deveria ser uma das coisas mais fáceis que a gente faz, mas já que não é assim, toda ajuda é bem vinda. Por isso, a gente separou cinco dicas incríveis que podem te ajudar a tirar o plano de ser a melhor versão de você do papel e vão além dos cuidados de beleza: chegou a hora do mundo descobrir como você fica maravilhosa quando se ama!

1) Cuide da sua saúde

Pode parecer clichê, mas é incrível o quanto uma rotina de autocuidado regular pode fazer pela sua autoestima. E a gente não está falando só de se produzir num dia especial e se sentir mais bonita: cuidar da saúde melhorando a alimentação e incluindo a prática de esportes no seu dia a dia é uma boa forma de começar. Pode parecer pouco, mas essas duas práticas aliadas fazem você se sentir mais disposta, alerta e preparada para encarar o dia a dia — inclusive as suas questões de autoestima e amor-próprio. Ah, e não dá para ignorar o mais importante: beba água!

2) Não seja tão dura com você mesma

Que atire a primeira pedra quem nunca se cobrou mais do que deveria por causa de um errinho mínimo ou por algo que não saiu como você esperava. Bateu o reconhecimento por aí? Então já pode começar a pensar em formas de fazer isso parar! A autocrítica saudável é importantíssima para você conseguir melhorar e não seguir cometendo os mesmos erros pela vida toda, mas é aí que fica o pulo do gato: ninguém é perfeito. Todo mundo erra de alguma forma e você não pode se martirizar para sempre quando der os próprios escorregões: o ideal, aqui, é aprender com o que deu ruim, levantar a cabeça e seguir em frente.

3) Pare de se comparar com outras pessoas

Tem uma galera que acha que a "era da comparação" começou com popularização de redes sociais como o Instagram, mas isso está longe de ser verdade. O costume de se comparar com outras pessoas diminuindo o que você é e já conquistou ao longo da vida é mais velho do que a gente pode imaginar e nunca gerou uma coisa boa sequer! Você fez o melhor que pôde com as ferramentas que a vida te deu até aqui. Sim, pode ser que outras pessoas tenham conseguido vantagens que você não teve nessa corrida, mas já parou para pensar que pode ter gente te olhando desse jeito? A questão, aqui, é a seguinte: a sua vida é a sua vida e você é incrível por isso. Nem sempre a grama mais verde é o que você precisa: vai que você é a pessoa que vai criar um jardim com plantas em vasos?  

4) Evite relacionamentos tóxicos

Não vai adiantar nada trabalhar em você mesma para conseguir o amor-próprio e continuar dando ouvidos àquela pessoa tóxica que insiste em te jogar para baixo. Pode ser um familiar, seu parceiro (a) ou alguém do seu círculo de amizade: a primeira reação depois que você percebe que está em um relacionamento como esse é conversar, mas se não der certo, ninguém vai te impedir de se afastar e se envolver com pessoas mais saudáveis. Uma companhia nunca vale mais do que a sua saúde mental. 

Ver mais:

Mais Matérias:

Mais Matérias

Espaço Diva

Fique ainda mais diva usando a hashtag #fiquedivacomniely no Instagram