Fique Diva - Cabelos com química: como fazer a reconstrução capilar para devolver saúde para os fios?

24/06/2019 / Publicado por Ariel Borges

Cabelos com química: como fazer a reconstrução capilar para devolver saúde para os fios?

Depois das descolorações, o cronograma capilar é tudo o que você precisa para recuperar os fios (Foto: Instagram @salsalhair)

Depois das descolorações, o cronograma capilar é tudo o que você precisa para recuperar os fios (Foto: Instagram @salsalhair)

A tendência ao ressecamento dos cacheados e crespos é mais um motivo para a recosntrução fazer parte da rotina (Foto: Instagram @itstayloranne__)

A tendência ao ressecamento dos cacheados e crespos é mais um motivo para a recosntrução fazer parte da rotina (Foto: Instagram @itstayloranne__)

A reconstrução capilar é uma das principais etapas de cuidados para quem usa qímica no cabelo (Foto: Instagram @eman)

A reconstrução capilar é uma das principais etapas de cuidados para quem usa qímica no cabelo (Foto: Instagram @eman)

Os fios pintados com cor fantasia precisam ainda mais da reconstrução capilar (Foto: Instagram @hairbymeghan)

Os fios pintados com cor fantasia precisam ainda mais da reconstrução capilar (Foto: Instagram @hairbymeghan)

Mesmo com a onda do movimento natural (que é incrível, diga-se de passagem) ganhando cada vez mais força, ainda existe bastante gente que prefere continuar tratando dos cabelos com diferentes tipos de químicas. Isso está longe de ser um problema — no fim das contas, o que vale mesmo é você se sentir bem da forma como preferir —, mas é uma prática que pede cuidados específicos. Toda transformação química que altera a fibra capilar pode enfraquecer as madeixas que não estão preparadas para isso. A reconstrução capilar é um dos principais tratamentos para solucionar e evitar esse problema: descubra, aqui embaixo, por que ela é tão importante no dia a dia dos cabelos com química! 

Vantagens da reconstrução capilar nos cabelos com química

Entre todas as etapas do cronograma capilar, a reconstrução é a única que age diretamente repondo as proteínas que os cabelos perdem em processos como alisamentos, relaxamentos, permanentes e colorações. Como todos eles alteram a fibra capilar, seja em cor ou em formato, é normal que ela fique fragilizada ou ressecada depois da aplicação da química (pense nas descolorações, por exemplo) e é aqui que a reconstrução entra. A queratina é a proteína que costuma basear os processos de reconstrução e ela serve para fortalecer os fios e selar as cutículas. A reconstrução capilar combate a fraqueza, o ressecamento e ainda ajuda a evitar as pontas duplas.

Como fazer reconstrução capilar nos cabelos com química?

Uma das principais vantagens da reconstrução capilar é que ela pode ser feita de formas diferentes e você pode escolher qualquer uma delas de acordo com a sua disponibilidade. Além disso, os passo a passo de reconstrução capilar costumam ser bem simples, ou seja: você consegue um ótimo resultado sem muito mistério ou trabalho. Dá uma olhada aqui para escolher a sua preferida! 

  1. Queratina líquida: a queratina líquida é uma das formas mais efetivas e potentes de te oferecer o resultado da reconstrução capilar. Ela pode ser usada de diferentes formas, mas a mais comum de todas é a seguinte: borrife o produto com o cabelo limpo (só depois do shampoo, sem condicionador) e deixe agindo de 15 a 30 minutos. Sem enxaguar, aplique um creme de hidratação e tire tudo do cabelo 10 minutos depois, enxaguando e condicionando normalmente. Finalize com alguma ferramenta de calor como secador ou chapinha — sem deixar de lado o protetor térmico.
  2. Creme de tratamento: para quem precisa de um resultado mais rápido, os cremes de tratamento que têm queratina em sua composição são a melhor forma de encaixar o cuidado no dia a dia. Você só vai precisar aplicar depois do shampoo e deixar agindo por 20 a 30 minutos com uma touca térmica, de preferência. Depois, enxágue, condicione e finalize o cabelo normalmente.
  3. Receita caseira: se você preferir, pode apostar nas misturinhas de diferentes ingredientes para fazer a reconstrução capilar em casa. O vinagre de maçã é um dos mais famosos, mas você também pode usar gelatina incolor ou, até mesmo, leite nas receitas. 

De quanto em quanto tempo fazer a reconstrução capilar

Por mais que traga uma série de benefícios para os seus cabelos, as reconstruções capilares em excesso podem acabar tendo um efeito completamente diferente do desejado. Isso acontece porque a queratina pode enrijecer demais os fios, retirando a elasticidade que garante que eles não vão quebrar com a tração do dia a dia (que acontece quando você desembaraça ou prende com um elástico, por exemplo). Por isso, fique atenta ao estado do seu cabelo para determinar a frequência ideal de reconstruções na sua rotina de tratamento:

  1. Cabelos saudáveis: uma vez por mês;
  2. Cabelos ressecados e com danos leves: uma vez a cada duas semanas;
  3. Cabelos muito danificados e quebradiços: uma vez por semana até a recuperação. Depois disso, aumente os intervalos para 15 dias. 

Alie a reconstrução capilar com outros tratamentos para um resultado perfeito

Apesar da reconstrução ser essencial para o cuidado de cabelos quimicamente tratados, a hidratação e a nutrição também não podem ficar para trás porque uma etapa acaba complementando a outra. Com as cutículas seladas pela queratina, o cabelo retém melhor os nutrientes dos outros processos. Além disso, a maciez que a nutrição e a hidratação oferecem garantem a elasticidade que a reconstrução pode tirar. Ou seja: você só sai ganhando e mantém um cabelo incrível e saudável mesmo com química!

Ver mais:

Mais Matérias:

Mais Matérias

Espaço Diva

Fique ainda mais diva usando a hashtag #fiquedivacomniely no Instagram