Fique Diva - Cauterização no cabelo: para que serve e como fazer o tratamento nos fios

10/08/2020 / Publicado por Gabrielle Nunes

Cauterização no cabelo: para que serve e como fazer o tratamento nos fios

A cauterização no cabelo repõe a queratina dos fios de forma mais profunda (Foto: Instagram @meredithfoster)

A cauterização no cabelo repõe a queratina dos fios de forma mais profunda (Foto: Instagram @meredithfoster)

A cauterização no cabelo é recomendada para quem usa coloração, alisamento ou qualquer tipo de química (Foto: Instagram @lizlizlive)

A cauterização no cabelo é recomendada para quem usa coloração, alisamento ou qualquer tipo de química (Foto: Instagram @lizlizlive)

Quem usa o cabelo natural também pode fazer a cauterização no cabelo numa frequência diferente de quem usa química nos fios (Foto: Instagram @matildadjerf)

Quem usa o cabelo natural também pode fazer a cauterização no cabelo numa frequência diferente de quem usa química nos fios (Foto: Instagram @matildadjerf)

Com a queratina líquida e uma máscara de hidratação, você consegue fazer a cauterização no cabelo em casa (Foto: Instagram @madelineaford)

Com a queratina líquida e uma máscara de hidratação, você consegue fazer a cauterização no cabelo em casa (Foto: Instagram @madelineaford)

Na hora de fazer a cauterização capilar em casa, você precisa tomar alguns cuidados (Foto: Instagram @kamilabravo)

Na hora de fazer a cauterização capilar em casa, você precisa tomar alguns cuidados (Foto: Instagram @kamilabravo)

A cauterização no cabelo é um dos tratamentos reconstrutores mais buscados nos salões de beleza. O procedimento é indicado para cabelos danificados, seja por processos químicos, pelo uso frequente de ferramentas de calor ou por fatores básicos do dia a dia, como os raios solares e a poluição do ar. Mesmo sendo um processo benéfico, algumas pessoas ainda ficam em dúvida sobre o que é cauterização e como ela funciona para devolver a saúde para as madeixas. 

Afinal de contas, cauterização alisa o cabelo? Qual a diferença entre ela e a reconstrução capilar? O tratamento é indicado para todos os tipos de cabelo? Hoje, o Fique Dica respondeu essa e outras questões sobre o tratamento: dá uma olhada! 

O que é cauterização capilar? Para que serve o tratamento?

Antes de saber o que é e para que serve a cauterização capilar, você precisa entender um pouco mais sobre a função da queratina nos fios. A queratina é uma proteína natural encontrada na fibra capilar: ela é responsável pela estrutura do fio, por manter o cabelo forte, com as cutículas seladas, sem frizz ou pontas duplas, preparado para passar pelo dia a dia sem quebrar com facilidade. Ou seja: ela é essencial para que o cabelo esteja saudável. Quando está danificado — principalmente depois de ser exposto a processos químicos e calor em excesso sem precauções —, o cabelo, geralmente, está carente de queratina. 

A cauterização no cabelo, então, tem como principal função a reposição da queratina no fio de cabelo fragilizado para que ele volte a ter saúde. Ela reconstrói e repara os danos da fibra capilar de dentro para fora e cicatriza o fio poroso e frágil, ajudando, inclusive, a melhorar a absorção de água e nutrientes de outros cuidados. 

Cauterização no cabelo x reconstrução capilar: qual a diferença entre os dois procedimentos?

Agora você que já sabe que a cauterização no cabelo serve para repor a queratina do fio danificado, é muito comum se questionar qual é a diferença entre ela e a reconstrução capilar (que também age na reposição de queratina). Mesmo que sejam dois procedimentos muito parecidos e com o mesmo fim, a cauterização e a reconstrução são feitas de duas formas diferentes. 

O passo a passo da cauterização no cabelo é muito parecido com o da reconstrução capilar feita com queratina líquida. A principal diferença entre os dois é que a cauterização deve ser selada com o calor da chapinha e do secador, para evitar a perda proteica. Além disso, a reconstrução capilar simples também pode ser feita com uma máscara de tratamento, no banho ou com um intervalo de ação maior. Por isso, há quem considere a cauterização uma reconstrução profunda.

Como fazer cauterização no cabelo: passo a passo do procedimento em casa

Mesmo que a cauterização no cabelo seja um procedimento muito comum nos salões de beleza, você também pode fazer o procedimento reparador em casa. Para isso, você vai precisar da queratina líquida e de uma máscara de hidratação além do secador e da chapinha. Confira o passo a passo aqui embaixo: 

1º passo: lave os cabelos duas vezes apenas com shampoo e retire o excesso de umidade dos fios com uma toalha (nesse momento, você pode usar um shampoo de limpeza profunda);

2º passo: em seguida, borrife a queratina líquida em todo o comprimento dos fios e deixe agir por 10 minutos;

3º passo: após o tempo de pausa, aplique uma máscara de hidratação e deixe agindo por mais 5 minutos;

4º passo: depois do tempo de ação, enxágue completamente os fios e aplique um protetor térmico;

5º passo: para finalizar, você vai precisar de calor para selar as cutículas dos fios — o ideal é que essa etapa seja feita com o secador e a chapinha.

Cauterização: cabelo cacheado pode receber o processo? 

Por causa da etapa de selagem que é feita, geralmente, com a chapinha, as donas de cabelos cacheados e crespos sempre ficam com dúvidas sobre fazer ou não a cauterização no cabelo. Afinal de contas, o procedimento pode alisar e mudar permanentemente a estrutura dos cachos? 

A resposta é não: a queratina que está no cabelo quando ele recebe o calor do secador e da chapinha não tem o poder de alisar os cabelos. O efeito alinhado do tratamento pode dar a impressão de cachos um pouquinho mais abertos logo depois do enxágue, mas em alguns dias ele volta ao normal. Ainda assim, se você se sentir mais confortável, pode usar o secador com o difusor como a fonte de calor para essa etapa da selagem.

A cauterização pode ser feita em todos os tipos de cabelo, sem restrição, mas é especialmente indicada para aqueles que são quimicamente tratados com alisamentos, relaxamentos, colorações ou descolorações. 

De quanto em quanto tempo posso fazer a cauterização no cabelo?

Mesmo que a queratina seja muito importante na cauterização e na reconstrução capilar, se for aplicada em excesso, pode deixar o fio muito rígido, sem elasticidade. Quando isso acontece, qualquer tração (como o momento de desembaraçar ou de prender o cabelo com elástico) pode fazer os fios quebrarem. Por isso, o seguinte intervalo deve ser respeitado: 

1) Cabelos saudáveis: fios naturais e sem química podem receber a cauterização uma vez ao mês;

2) Cabelos danificados: nesse caso, o ideal é que o procedimento seja repetido uma vez por mês com uma reconstrução capilar simples no meio do intervalo. Ou seja: aposte em um procedimento que repõe queratina a cada duas semanas, sempre intercalando a cauterização e a reconstrução;

3) Cabelos muito danificados: fios que precisam ser recuperados com urgência podem receber a cauterização uma vez a cada duas semanas intercaladas com reconstruções simples na metade dos intervalos. Mas atenção: essa rotina intensiva deve ser mantida apenas até a recuperação do cabelo. Depois disso, volte para a frequência com intervalos maiores entre os processos.

Dica de diva: além da reconstrução e da cauterização o seu cabelo precisa da hidratação e da nutrição para se manter saudável - ou seja; o cronograma capilar. Esses dois tratamentos também ajudam a prolongar o efeito da reposição de queratina nos fios. 

Cauterização capilar: como fazer tomando todos os cuidados necessários

O resultado desejado da cauterização capilar é de fios muito mais macios, cheios de brilho e alinhados, além de resistentes, fortes e sem o aspecto poroso. Mas, para que esse objetivo seja alcançado, você vai precisar tomar alguns cuidados na hora de fazer a cauterização em casa. Confira:

1) Enxágue bem o cabelo depois do processo: além de evitar a oleosidade excessiva que pode ser causada caso o creme de hidratação não seja completamente retirado dos fios, o excesso de queratina nesse caso também pode ser prejudicial para os cabelos;

2) Atenção à temperatura da chapinha: como você vai fazer em casa, o ideal é que mantenha a chapinha em, no máximo, 200ºC, mesmo que o seu aparelho tenha a capacidade de ficar mais quente. Assim, você corre menos riscos de queimar o fio no processo.

Publicada em: 26/12/2018
Atualizada em: 10/08/2020

Mais Matérias:

Mais Matérias

Espaço Diva

Fique ainda mais diva usando a hashtag #fiquedivacomniely no Instagram