Fique Diva - Conheça os 4 tipos de dreads e saiba como fazer a manutenção do cabelo

30/01/2018 / Publicado por Vitória Quirino

Conheça os 4 tipos de dreads e saiba como fazer a manutenção do cabelo

Os dreads são um estilo de cabelo que possui extrema importância cultural

Os dreads são um estilo de cabelo que possui extrema importância cultural

Os dreads são uma forma de afirmação do povo negro e da sua beleza

Os dreads são uma forma de afirmação do povo negro e da sua beleza

Ainda existe muita falta de informação a respeito dos dreadlocks

Ainda existe muita falta de informação a respeito dos dreadlocks

Os dreads podem ser feitos de 4 formas diferentes

Os dreads podem ser feitos de 4 formas diferentes

É possível fazer dreads temporários e não danificar o cabelo

É possível fazer dreads temporários e não danificar o cabelo

É importante fazer manutenções periódicas nos dreads novos

É importante fazer manutenções periódicas nos dreads novos

Os dreads ou dreadlocks são um estilo de penteado que possui muita história e importância cultural. Mas apesar disso, ainda existe bastante preconceito e falta de informação a respeito do uso desse modelo nos fios. Entrar no mercado de trabalho e até mesmo conviver em sociedade podem ser tarefas complicadas para quem usa dreads, mas você não deve mudar a sua essência por conta da intolerância alheia.

Adotar esse penteado é muito mais do que estética, ele representa a afirmação do povo negro, da sua beleza e religião. Por isso, o Fique Diva separou algumas dicas para que você conheça os diferentes tipos de dreads e como mantê-los. Vem com a gente!

Entenda as diferenças entre os 4 tipos de dreads

Existem quatro modelos diferentes de dreads que você pode fazer no seu cabelo e cada um deles tem suas particularidades:

1. O dread de agulha é o tipo mais comum e conhecido do penteado. Para fazer essa técnica não é usado nenhum produto, apenas a agulha de crochê. No momento de dar o formato que une as mechas, o profissional embaraça os fios enquanto dá forma com a agulha.

2. O dread de cera não é mais utilizado atualmente por conta da criação do método de agulha. Esse modelo antigo utilizava a cera de abelha para formar o dread depois do cabelo ser embaraçado nos rolinhos. Esse tipo não é recomendado por dificultar a limpeza do dos fios.

3. Os dreads de linha ou lã tem um tempo pré-definido para serem removidos. Se respeitado o prazo de três meses, o cabelo não sofre nenhum dano. Para fazer é usada uma base de lã que depois é contornada com a linha ou até mesmo a própria lã. Essa forma permite que sejam escolhidas as cores de sua preferência.

4. E por fim, os dreads removíveis são o estilo perfeito para quem quer experimentar o penteado sem danificar os cabelos de maneira definitiva. O efeito fica muito parecido com o de agulha, porque os dreads já vem prontos e são conectados no cabelo por costura. E achando o profissional correto, os fios do seu cabelo não vão ficar à mostra e o efeito vai ser natural.

Tenha cuidado com os dreads recém-formados

Quando o dread está novo é preciso ter algumas precauções, como fazer manutenções periódicas de acordo com a recomendação do seu cabeleireiro. Outra dica que pode ajudar a abaixar o frizz e deixar a mecha de dread mais definida é usar as palmas das mãos para esfregar bem firme de cima para baixo, no sentido do rolo. A recomendação é repetir esse processo uma vez por dia durante o tempo de fixação do penteado, que pode ir de três a seis meses.

Mais Matérias:

Mais Matérias

Espaço Diva

Fique ainda mais diva usando a hashtag #fiquedivacomniely no Instagram