Fique Diva - Depilação íntima com cera quente: prós e contras do método para tirar os pelos

21/08/2017 / Publicado por Marina Pavan

Depilação íntima com cera quente: prós e contras do método para tirar os pelos

A depilação com cera quente tem prós e contras

A depilação com cera quente tem prós e contras

A depilação com cera quente dura mais tempo

A depilação com cera quente dura mais tempo

A cera quente dói menos que a depilação com cera fria. Ela abre os poros e tira os pelos com menos sofrimento

A cera quente dói menos que a depilação com cera fria. Ela abre os poros e tira os pelos com menos sofrimento

Não saia para pegar sol logo depois da depilação! Sua pele estará sensível

Não saia para pegar sol logo depois da depilação! Sua pele estará sensível

A depilação total da aréa intima pode causar infecções. Ela tira a proteção que os pelos oferecem para a região

A depilação total da aréa intima pode causar infecções. Ela tira a proteção que os pelos oferecem para a região

Não se esqueça de hidratar e esfoliar a área alguns dias antes da depilação. Com o tratamento, a dor é menor e não corre o risco de ficar com pelos encravados

Não se esqueça de hidratar e esfoliar a área alguns dias antes da depilação. Com o tratamento, a dor é menor e não corre o risco de ficar com pelos encravados

A depilação íntima é um drama na vida de muitas mulheres que não querem ter os pelinhos dessa região incomodando. Aqui no Brasil, o método com cera quente é o mais comum nos salões de beleza e até em casa. Porém, esse processo não é só mil maravilhas. E não estamos falando apenas da dor. Quer saber os prós e contras da depilação com cera quente? Continue lendo para descobrir.

PRÓ: a depilação com cera quente vai durar mais tempo

Se você gosta da pele lisinha por mais tempo, a depilação com cera quente vai ser sua melhor amiga. O tempo médio de crescimento dos pelos é de duas a três semanas, já que eles são arrancados da raiz. Outra vantagem é que, ao longo do tempo, os pelinhos começam a crescer mais devagar e mais fininhos. Ou seja, o intervalo entre as depilações vai aumentar!

PRÓ: a cera quente dói menos que a fria

A depilação com a cera quente é menos dolorosa do que com a fria. Claro, cada pessoa é diferente quando se trata de dor, mas a temperatura alta do produto vai dilatar os seus poros e fazer os pelos saírem com mais facilidade. Além disso, você vai correr menos risco de irritação e pelos encravados.

CONTRA: a depilação com cera machuca a sua pele

Quando você usa a cera quente, a camada de proteção da sua pele é retirada e ela fica exposta e vulnerável. Um dos problemas que pode acontecer é a queimadura por causa da exposição ao sol, já que muita gente sai do salão direto para a praia. Nada de fazer isso, diva! Como a sua pele está sensível, evite a exposição ao sol imediata e use protetor solar.

CONTRA: depilação total pode causar infecções

Tudo que está no nosso corpinho tem um motivo para estar ali. Até os pelos que consideramos inconvenientes. Na área íntima, os pelinhos servem de proteção para que agentes externos não consigam entrar e causar problemas. Caso você goste desse tipo de depilação, fique ligada que essa pode ser uma consequência.

Dica de amiga: invista na esfoliação e hidratação

Caso você ainda não saiba, alguns cuidados são muito importantes antes da depilação para manter a área saudável. O principal deles é a esfoliação. O tratamento deixa a pele lisinha e puxar os pelinhos indesejados fica muito mais fácil. Mas nada de esfregar com força, diva, é só fazer uma massagem suave com o produto ou com a bucha natural. E não é para esfoliar no mesmo dia de depilação. O ideal é fazer até três dias antes.

A hidratação também é muito importante. A pele ressecada é bem mais sensível e pode ter mais queimaduras do que a hidratada. Mas também não é para hidratar no dia da depilação! Se a pele estiver oleosa, vai ser mais difícil dos pelos saírem.

Ver mais:

Mais Matérias:

Mais Matérias

Espaço Diva

Fique ainda mais diva usando a hashtag #fiquedivacomniely no Instagram