Fique Diva - Dicionário de produtos liberados: saiba o que significa cada termo para começar a rotina

24/07/2018 / Publicado por Marina Couto

Dicionário de produtos liberados: saiba o que significa cada termo para começar a rotina

Quem quer entrar em uma rotina de produtos liberados precisa conhecer algumas técnicas e substância específicas

Quem quer entrar em uma rotina de produtos liberados precisa conhecer algumas técnicas e substância específicas

Para cuidar dos cabelos, principalmente os cacheados e crespos, muitas mulheres apostam em uma rotina liberada. E o que seria isso? É um processo que envolve técnicas de lavagens e produtos específicos, livres de substâncias químicas que podem ressecar e agredir as madeixas. Mas, se você chegou agora no rolê e não faz ideia de como funciona essa dinâmica, o Fique Diva montou um dicionário com algumas palavras importantes sobre esse universo. Confira!

Co-wash: é uma lavagem feita com condicionador. Estranho? Nem tanto! Os produtos usados para co-wash não agridem o couro cabeludo e são indicados para quem sofre muito com o ressecamento das madeixas. Basta lavar os fios e espalhar bem o produto, massageando a raiz, comprimento e pontas. Vale reforçar que nem todo condicionador serve para o processo, ok? Leia atentamente o rótulo para saber se ele é totalmente liberado para o co-wash.

Low poo: se lavar com condicionador ainda é ousado para você, existem outras técnicas para limpar e cuidar dos fios. Uma delas é o low poo, que consiste em diminuir o uso do shampoo, aplicando nos fios apenas os que não possuem sulfato. A rotina é tranquila, desde que todos os produtos que você use também sejam liberados para a técnica.

No poo: já para as que querem eliminar o shampoo de vez da rotina, o no poo é a melhor opção. Nessa técnica não se usa shampoo, por isso o co-wash pode e deve ser feito para quem pretende seguir esse método. Além disso, todos os outros produtos, como finalizadores e máscaras, também não podem conter nenhum tipo de substância proibida. Tem mais: todos os acessórios e ferramentas que você usa nos fios (grampos, pentes, ferramentas de calor) precisam ser higienizados para evitar qualquer tipo de interferência.   

Petrolatos, parabenos e silicones: a maioria dos cosméticos para cabelos possui essas e outras substâncias químicas na composição. O problema é que o acúmulo desses componentes nos fios provocam muito ressecamento, interferem na oleosidade natural e também no brilho. Por isso, a rotina de usar produtos livres de petrolatos, parabenos, entre outros, tem se tornado a opção para muitas cacheadas e crespas, já que esse tipo de fio é mais ressecado naturalmente. Existe uma lista imensa de substâncias proibidas, é bom pesquisar bastante para saber o que pode ou não.

 

Pré-poo: mesmo para quem não segue nenhuma dessas técnicas citadas acima, o pré-poo é uma boa alternativa para cuidar do couro cabeludo e fortalecer os cabelos desde a raiz. E como faz? É simples! Basta espalhar um pouco de óleo 100% vegetal nos fios, focando no couro cabeludo, massageando bem antes de começar a lavagem. Essa é uma forma de blindar a região e repor a oleosidade perdida.

Shampoo sem sulfato: é importante destacar a diferença entre shampoo sem sal e o produto sem sulfato. O sulfato é um componente químico altamente limpante, que pode inclusive estar presente no shampoo que não tenha sal. Por isso, não vale ler apenas a parte da frente do seu shampoo, combinado, diva? Tem que ler o rótulo também!

 

Ver mais:

Espaço Diva

Fique ainda mais diva usando a hashtag #fiquedivacomniely no Instagram