Fique Diva - Glaura Bruna ficou mais de um ano em transição capilar e decidiu não fazer o Big Chop para assumir os cachos: '100% eu mesma'

06/05/2016 / Publicado por Raquel Brandão

Glaura Bruna ficou mais de um ano em transição capilar e decidiu não fazer o Big Chop para assumir os cachos: '100% eu mesma'

Glaura Bruna ficou 1 ano e 9 meses em transição capilar para ter os cachos de volta

Glaura Bruna ficou 1 ano e 9 meses em transição capilar para ter os cachos de volta

Glaura Bruna começou a alisar os cabelos com 14 anos

Glaura Bruna começou a alisar os cabelos com 14 anos

Glaura Bruna ficou 1 ano e 9 meses em transição capilar a ter todos os cachos naturais de volta

Glaura Bruna ficou 1 ano e 9 meses em transição capilar a ter todos os cachos naturais de volta

Glaura Bruna cortava o cabelo de 3 em 3 meses para tirar a parte alisada aos poucos

Glaura Bruna cortava o cabelo de 3 em 3 meses para tirar a parte alisada aos poucos

Glaura Bruna exibe cachos volumosos e definidos depois da transição capilar

Glaura Bruna exibe cachos volumosos e definidos depois da transição capilar

Glaura Bruna optou por não fazer o Big Chop

Glaura Bruna optou por não fazer o Big Chop

Glaura Bruna, de 23 anos, tem a história parecida com a de muitas meninas que começaram a alisar os fios desde cedo: se encaixar no padrão imposto pela sociedade. Depois de cinco anos de alisamento, a consultora começou a pensar em assumir os cachos depois de ver alguns vídeos no Youtube de blogueiras cacheadas. 

"Comecei a ver o vídeo de uma blogueira dando dicas de maquiagem, mas só conseguia prestar atenção no cabelo dela. E foi esse detalhe que me deu um clique, pois achei ela maravilhosa e acabei percebendo que eu poderia ter aquele cabelo. Na verdade, eu tinha, mas tentava me enquadrar em um padrão que é imposto pela sociedade. Tenho certeza que muitas cacheadas entendem o que estou falando", explicou Glaura em entrevista ao Fique Diva.

Glaura optou por não fazer o Big Chop 

Glaura começou sua transição capilar em 2014 e optou por não fazer o Big Chop. "Eu não fiz o corte por medo da tamanha transformação que poderia ser. Queria muito voltar ao natural, mas tinha receio da mudança radical em mim. Deixei o cabelo crescendo ao natural", contou. 

Ao todo, a transição durou um ano e nove meses. Para retirar toda a química dos fios, Glaura cortava o cabelo de três em três meses e fazia penteados, como tranças e coques para disfarçar as duas texturas: "Eu também decidi me distanciar da chapinha e secador, equipamentos que eu usava diariamente. Hidratava as madeixas duas vezes por semana e usava faixas no cabelo por conta da parte lisa". 

'Liberdade', diz Glaura sobre ter os cachos de volta 

Depois de tanto tempo em transição, aturalmente já faz dois anos que Glaura está sem nenhum tipo de química no cabelo. "A melhor parte de todo esse esforço é a sensação de liberdade. Você passa anos refém de algo e agora não existe mais aquela 'prisão'. Hoje posso ir à praia sem preocupação, posso sentir a chuva, não tenho mais aquela preocupação em fazer chapinha. Sou livre, 100% eu mesma", vibrou a consultora. 

Para cuidar dos cabelos totalmente naturais, ela criou um cronograma capilar baseado em seu tipo de cacho que é o 3B 3C. Glaura ainda dorme com fronha de cetim para não perder a definição dos cachinhos durante a noite. "Lavo meus fios de dois em dois dias, mas não é uma regra. Às vezes, ela fica com um day after maravilhoso, então acabo sentindo dó de lavar novamente. Durante minha transição, usei muito a linha de Reconstrução Profunda, da Niely gold, pois ela é a base de óleos. A Queratina Líquida também me ajudou bastante", finalizou. 

Mais Matérias:

Mais Matérias

Espaço Diva

Fique ainda mais diva usando a hashtag #fiquedivacomniely no Instagram