Fique Diva - Mitos da transição capilar: saiba tudo que é mentira na hora de assumir o cabelo natural

26/02/2018 / Publicado por Vitória Quirino

Mitos da transição capilar: saiba tudo que é mentira na hora de assumir o cabelo natural

Durante a transição capilar é essencial buscar informações sobre como tratar o novo cabelo e também saber identificar o que é verdade e o que é mito

Durante a transição capilar é essencial buscar informações sobre como tratar o novo cabelo e também saber identificar o que é verdade e o que é mito

Cabelos crespos e cacheados não demoram mais a crescer

Cabelos crespos e cacheados não demoram mais a crescer

Não é preciso gastar muito dinheiro em produtos para cuidar de fios crespos e cacheados na transição capilar

Não é preciso gastar muito dinheiro em produtos para cuidar de fios crespos e cacheados na transição capilar

Começar o processo de transição capilar não é fácil e exige muita pesquisa. Aprender a tratar da nova textura do seu cabelo é o principal objetivo a se alcançar. Dessa forma, os fios crescerão fortes, bonitos e saudáveis. Mas, entre todas as informações disponíveis, em várias plataformas, você pode acabar se deparando com alguns mitos sobre o período de crescimento das madeixas naturais. Confira a lista de 5 mitos da transição capilar que o Fique Diva separou para solucionar suas dúvidas. Vem, diva!

1. O Big Chop faz o cabelo crescer mais rápido

Esse primeiro mito é, provavelmente, o que as meninas em transição capilar mais acreditam ser verdade. Por mais que o Big Chop traga muitos benefícios para o cabelo, ele não é capaz de fazer os fios crescerem rápido. A verdade é que você vai conseguir acompanhar mais o progresso do cabelo natural, já que a parte alisada não estará ali para mascarar o desenvolvimento dos cachinhos. Além disso, com o corte, os tratamentos funcionarão melhor e a definição será maior, mas o crescimento continuará o mesmo.

2. Cabelos crespos e cacheados demoram a crescer

Também relacionado ao crescimento, o segundo mito sobre a transição capilar é que cabelos crespos e cacheados demoram mais a crescer. O cabelo de uma pessoa saudável cresce, em média, de 1 a 1,5 cm por mês. E os únicos fatores que podem ser responsáveis por desacelerar o processo são a alimentação, falta de nutrientes, estresse, doenças e questões genéticas. A curvatura do cabelo não interfere em nada no seu progresso durante a transição, mas o fator encolhimento dos cachos pode confundir a questão do comprimento dos fios.

3. Para fazer a transição capilar é necessário gastar muito dinheiro em produtos

Um medo de quem pretende começar o período de transição capilar é ter que gastar muito dinheiro com produtos para o novo cabelo. Mas, pode ficar calma, diva! É claro que você terá que investir em alguns itens para montar sua rotina de cuidados, porém não é nada que você não possa fazer com apenas 3 máscaras (hidratação, nutrição e reconstrução).

Outra opção é comprar apenas uma máscara de hidratação, daquelas de 1 kg, e usar receitas caseiras para potencializar seu tratamento para o dia específico do cronograma capilar. Com um pouquinho de pesquisa e paciência é possível montar uma rotina do jeito que a gente gosta, bem baratinha.

4. Produtos específicos para cabelos cacheados fazem o cabelo voltar ao normal

Usar produtos para cabelos cacheados não vai ser suficiente para recuperar todos os seus cachos. Dependendo da química usada, e do tempo que ela foi aplicada nos fios, será necessário esperar as madeixas naturais crescerem da raiz. Durante esse período é essencial usar os produtos para cabelos cacheados, ou crespos, que vão estimular a formação de cachos nos novos fios. Outra sugestão é montar um cronograma capilar para que as madeixas cresçam fortes e saudáveis. Mas tenha em mente que nenhum cosmético pode retirar a química do seu cabelo.

5. Relaxamentos e permanentes trazem os cachos de volta

Se você está fazendo a transição capilar para deixar seus fios naturais, fuja de técnicas como os relaxamentos e permanentes. Esses métodos servem para diminuir o volume do cabelo e deixar os cachos mais definidos, mas são procedimentos químicos e continuarão a danificar suas madeixas.

Outra atitude perigosa para a saúde capilar é tentar cachear fios alisados com a ajuda do permanente. Algumas químicas não são compatíveis com o tioglicolato presente na composição do permanente. Lembre-se que nenhuma química vai conseguir deixar seu cabelo natural novamente, para isso deixe os cachos crescerem e use tratamentos para fortalecer suas madeixas.

Mais Matérias:

Mais Matérias

Espaço Diva

Fique ainda mais diva usando a hashtag #fiquedivacomniely no Instagram