Fique Diva - O que é fitagem estruturada? Saiba como fazer o passo a passo da técnica que deixa os cabelos cacheados ainda mais definidos

14/12/2016 / Publicado por Marina Couto

O que é fitagem estruturada? Saiba como fazer o passo a passo da técnica que deixa os cabelos cacheados ainda mais definidos

A fitagem já é bem conhecida, mas existe ainda outra versão, a fitagem estruturada, que leva mais tempo para fazer, porém o efeito é bem mais duradouro. Quer saber como faz?

A fitagem já é bem conhecida, mas existe ainda outra versão, a fitagem estruturada, que leva mais tempo para fazer, porém o efeito é bem mais duradouro. Quer saber como faz?

A fitagem nada mais é do que separar o cabelo em fitas e aplicar uma quantidade generosa de creme para pentear ou leave-in em cada uma delas, o que vai ajudar a dar muita definição

A fitagem nada mais é do que separar o cabelo em fitas e aplicar uma quantidade generosa de creme para pentear ou leave-in em cada uma delas, o que vai ajudar a dar muita definição

Na fitagem estruturada, por sua vez, o processo é mais demorado, pois você vai utilizar mais produtos além do creme

Na fitagem estruturada, por sua vez, o processo é mais demorado, pois você vai utilizar mais produtos além do creme

Além disso, o tempo que você "perde" na versão estruturada é economizado nos dias seguintes. Isso porque a combinação de produtos variados segura o formato dos cachinhos por mais tempo, então você não precisa ficar preocupada com a manutenção no day after

Além disso, o tempo que você "perde" na versão estruturada é economizado nos dias seguintes. Isso porque a combinação de produtos variados segura o formato dos cachinhos por mais tempo, então você não precisa ficar preocupada com a manutenção no day after

Se a fitagem já demora um pouco, a sua versão estruturada demora ainda mais. Por isso, para que o resultado seja eficiente, você precisa de tempo e de um pouco de paciência, ok?

Se a fitagem já demora um pouco, a sua versão estruturada demora ainda mais. Por isso, para que o resultado seja eficiente, você precisa de tempo e de um pouco de paciência, ok?

Se a fitagem estruturada não funcionar, você pode investir em outras técnicas de texturização. O importante é testar as várias possibilidades e descobrir a que melhor funciona para você

Se a fitagem estruturada não funcionar, você pode investir em outras técnicas de texturização. O importante é testar as várias possibilidades e descobrir a que melhor funciona para você

A fitagem é uma técnica de finalização bem conhecida entre as crespas e as cacheadas. Ela não funciona para todos os tipos de cabelo, mas quem consegue fazer garante que os cachos ficam mais definidos e com o volume controlado. Existe ainda outra versão, a fitagem estruturada, que leva mais tempo, porém o efeito é bem mais duradouro. Quer saber como faz? Continue lendo a matéria para conhecer as vantagens desse método e aprenda o passo a passo.

Quais são as diferenças entre a fitagem tradicional e a versão estruturada?

A fitagem nada mais é do que separar o cabelo em fitas e aplicar uma quantidade generosa de creme para pentear ou leave-in em cada uma delas, o que vai ajudar a dar muita definição. Na fitagem estruturada, por sua vez, o processo é mais demorado, pois você vai utilizar mais produtos, além de separar cada mechinha minuciosamente. No entanto, os cachos ficam bem mais modelados, sem nenhum frizz.

Além disso, o tempo que você “perde” na versão estruturada é economizado nos dias seguintes. Isso porque a combinação de produtos variados segura o formato dos cachinhos por mais tempo, então você não precisa ficar preocupada com a manutenção no day after. Essa mistura também pode funcionar nos cabelos em que a fitagem comum não costuma funcionar.

Saiba como fazer o passo a passo da fitagem estruturada

Se a fitagem já demora um pouco, a sua versão estruturada demora ainda mais. Por isso, para que o resultado seja eficiente, você precisa de tempo e de um pouco de paciência, ok? Vai valer a pena!

1º passo: lave os cabelos como de costume e retire a umidade com a ajuda de uma toalha de microfibra ou uma camiseta velha de algodão.

2º passo: divida o cabelo em 4 partes e separe uma para começar. Passe uma pequena quantidade de óleo vegetal da sua preferência (indicamos o de coco) e massageie toda a mecha.

3º passo: em seguida, borrife um pouco de spray de leave-in ou um creme bem levinho na raiz. Depois, passe o creme para pentear ou leave-in na mecha, enluvando-a bastante.

4º passo: separe o cabelo em fitas, como na fitagem, e divida-as em mechas ainda menores. Estique as mechas e vá soltando devagar, para formar os cachos. Você pode amassá-los cuidadosamente para estimulá-los ainda mais ou fazer o dedoliss em cada uma. Repita o processo por todo o cabelo.

5º passo: depois de fazer todo o procedimento, você pode deixar as madeixas secarem naturalmente, ou, se preferir, use um difusor.

6º passo: quando o seu cabelo estiver totalmente seco, utilize um ativador de cachos nas pontas para fixar os cachinhos.

Se ainda assim a fitagem não funcionar…

Você pode investir em outras técnicas de texturização. Se você tem o cabelo crespo ou bem cacheado, pode tentar o plopping, o dedoliss ou ainda os coquinhos, que ainda rendem um penteado bem estiloso. Já se estiver em transição capilar, com algumas partes ainda lisas, vale usar e abusar dos acessórios, como bigudinhos e papel higiênico, ou quem sabe fazer um twist. O importante é testar as várias possibilidades e descobrir a que melhor funciona para você.

Mais Matérias:

Mais Matérias

Espaço Diva

Fique ainda mais diva usando a hashtag #fiquedivacomniely no Instagram