Fique Diva - Aceitação capilar masculina: cansado do corte militar, Gabriel Prata deixou o cabelo crescer para doar e se apaixonou pelo novo visual

12/07/2016 / Publicado por Ariel Borges

Aceitação capilar masculina: cansado do corte militar, Gabriel Prata deixou o cabelo crescer para doar e se apaixonou pelo novo visual

Cansado do corte militar, o arquiteto Gabriel Prata deixou o cabelo crescer para doar e se apaixonou pelo novo visual

Cansado do corte militar, o arquiteto Gabriel Prata deixou o cabelo crescer para doar e se apaixonou pelo novo visual

Cansado do corte militar, o arquiteto Gabriel Prata deixou o cabelo crescer para doar e se apaixonou pelo novo visual

Cansado do corte militar, o arquiteto Gabriel Prata deixou o cabelo crescer para doar e se apaixonou pelo novo visual

Gabriel também investe em lenços para criar um visual estiloso

Gabriel também investe em lenços para criar um visual estiloso

Antes, ele mantinha o mesmo corte com os fios baixinhos

Antes, ele mantinha o mesmo corte com os fios baixinhos

Em 2003 e 2006 ele já havia tentado deixar os cachos crescerem

Em 2003 e 2006 ele já havia tentado deixar os cachos crescerem

Quando parou de cortar, Gabriel falava para as pessoas que ia doar os cachos para uma ONG

Quando parou de cortar, Gabriel falava para as pessoas que ia doar os cachos para uma ONG

O black power também é um estilo adotado pelo arquiteto com frequência

O black power também é um estilo adotado pelo arquiteto com frequência

Aqui no Fique Diva as histórias sobre transição capilar sempre têm um espacinho em meio às dicas de tratamentos, penteados e finalizações. A gente entende que esse momento de autoaceitação é super libertador e bem complicado ao mesmo tempo, mas transforma a pessoa numa versão mil vezes melhor de si mesma quando acaba. E para que isso aconteça, não há limites de idade, classe social ou gênero. Como prova disso, hoje nós vamos contar a história do Gabriel Prata, que depois de muito relutar, decidiu deixar os cachos crescerem, mesmo que dessa forma, não se encaixasse mais nos padrões que eram impostos a ele. Dá só uma olhada nessa história!

Fazendo uma boa ação

“Estou deixando crescer para doar”. Essa era a resposta do Gabriel quando, há mais ou menos dois anos, começaram a perguntar porque ele não fazia mais o popular “corte militar”. Depois de duas tentativas de deixar os fios crescerem em 2003 e 2006, ele finalmente decidiu ficar longe da tesoura por um tempo só para saber se ia gostar. A ideia de doar para uma ONG que faz perucas para crianças que fizeram quimioterapia era, sim, um plano B, e seria colocado em prática se ele não gostasse do resultado. “Esse motivo me blindava de qualquer comentário que era obrigado a ouvir sobre o comprimento de meu cabelo. ‘Ah, ele está fazendo uma boa ação’, era a resposta que recebia das pessoas. Engraçado é que isso me deixava confuso, afinal, se meu cabelo era bonito para perucas, por que não ficaria bom em mim?”, conta o arquiteto e urbanista de São João da Boa Vista (SP).

A decisão definitiva pelos cachos veio pouco mais de um ano depois do último corte, quando Gabriel passou a frequentar o Centro Cultural Afro Brasileiro Chico Rei, em Poços de Caldas. “Percebi que estava próximo de pessoas que tinham os mesmos dilemas e que o que tinha sobre minha cabeça, além de um simples cabelo, era um símbolo de resistência”. Desde então, o paulista de 27 anos usa os cachos com orgulho.

A finalização, acessórios e os cuidados ajudam no estilo

Os cuidados diários de Gabriel com os cachos são básicos: ele usa shampoos e condicionadores sem sulfatos e petrolatos, creme de pentear, óleo de coco e um ativador de cachos no dia da lavagem. Seu método preferido de finalização é a fitagem, por causa do resultado inconfundível. Mas o gato também não tem receio de usar acessórios: das faixas elásticas usadas quando os fios ainda estavam curtos, ele passou para os lenços com amarrações diferentes, faixas e turbantes agora que os cabelos estão grandes e definidos. Para estilizar os fios de uma forma diferente, ele também usa o pente garfo para dar volume e fazer com um black power. Arrasou! 

Mais Matérias:

Mais Matérias

Espaço Diva

Fique ainda mais diva usando a hashtag #fiquedivacomniely no Instagram