Fique Diva - Cabelo queimado por alisamento ou relaxamento, o que fazer? Tratamentos potentes podem salvar seus fios da tesoura

15/09/2016 / Publicado por Nayanne Louise

Cabelo queimado por alisamento ou relaxamento, o que fazer? Tratamentos potentes podem salvar seus fios da tesoura

Um cabelo queimado costuma estar profundamente danificado e isso pode acontecer por diversos fatores: colorações e descolorações, alisamentos e relaxamentos em excesso, o abuso de secador e chapinha e exposição ao sol e cloro de piscina com frequência

Um cabelo queimado costuma estar profundamente danificado e isso pode acontecer por diversos fatores: colorações e descolorações, alisamentos e relaxamentos em excesso, o abuso de secador e chapinha e exposição ao sol e cloro de piscina com frequência

Todos eles podem fazer com que o cabelo queime e perca sua beleza natural, apresentando uma textura áspera, ressecada e sem vida

Todos eles podem fazer com que o cabelo queime e perca sua beleza natural, apresentando uma textura áspera, ressecada e sem vida

Textura áspera ao toque devido à secura e à desidratação extrema é uma das características de um cabelo queimado

Textura áspera ao toque devido à secura e à desidratação extrema é uma das características de um cabelo queimado

Nos casos mais leves de dano, quando se nota o problema cedo e antes das cutículas estarem totalmente danificadas, dá para recuperar tudo com tratamentos potentes

Nos casos mais leves de dano, quando se nota o problema cedo e antes das cutículas estarem totalmente danificadas, dá para recuperar tudo com tratamentos potentes

Shampoos e condicionadores com função reconstrutora são fundamentais, além de um cronograma capilar com hidratações com máscara ou maizena

Shampoos e condicionadores com função reconstrutora são fundamentais, além de um cronograma capilar com hidratações com máscara ou maizena

Se depois de algumas semanas de tratamento, você notar que o cabelo não está se recuperando, é porque realmente os danos foram graves e, nesse caso, só tem um jeito de resolver: passando a tesoura

Se depois de algumas semanas de tratamento, você notar que o cabelo não está se recuperando, é porque realmente os danos foram graves e, nesse caso, só tem um jeito de resolver: passando a tesoura

Um cabelo queimado costuma estar profundamente danificado e isso pode acontecer por diversos fatores: colorações e descolorações, alisamentos e relaxamentos em excesso, o abuso de secador e chapinha e exposição ao sol e cloro de piscina com frequência. Todos eles podem fazer com que os fios queimem e percam sua beleza natural, apresentando uma textura áspera, ressecada e sem vida. Confira algumas dicas para recuperar o visual saudável das suas madeixas! 

Como saber se meu cabelo está queimado?

Essas são algumas das características que um cabelo com “queimaduras” costuma ter. Se você percebeu que suas madeixas estão com essas características, acompanhe a gente até o próximo tópico.

- Textura áspera ao toque devido à secura e à desidratação extrema

- Quebra com facilidade ao escovar o cabelo

- Pontas duplas que quebram só de você aperta

- Fios arrepiados e e frizz

- Cabelo rebelde e difícil de pentear ou disciplinar

- Cabelo apagado e sem brilho

- Couro cabeludo com vermelhidão

Cronograma capilar é a melhor forma de salvar seu cabelo

Nos casos mais leves de dano, quando se nota o problema cedo e antes das cutículas estarem totalmente danificadas, dá para recuperar tudo com tratamentos potentes. Shampoos e condicionadores com função reconstrutora são fundamentais, além de um cronograma capilar com hidratações com máscara ou até a receita caseira de maizena, nutrição com óleo vegetal. Não podemos esquecer da milagrosa queratina líquida para reconstruir e repor as proteínas e devolver a saúde dos fios.

Como você já deve saber, o cronograma é um tratamento contínuo, portanto, você pode e deve continuar mesmo depois da recuperação total. Para cabelos muito danificados, o cronograma pode ser montado da seguinte forma:

1ª semana: hidratação - nutrição - reconstrução

2ª semana: nutrição - hidratação - nutrição

3ª semana: hidratação - nutrição - reconstrução

4ª semana: hidratação - hidratação - nutrição

Vale lembrar que o mais importante é identificar como seu cabelo está reagindo e em qual tratamento você sentiu uma melhora mais forte. Dessa forma, você pode ir adaptando para o que for mais eficiente para suas madeixas. 

Quando tratar não é a solução...

Se depois de algumas semanas de tratamento, você notar que o cabelo não está se recuperando, é porque realmente os danos foram graves e, nesse caso, só tem um jeito de resolver: passando a tesoura. Nada melhor que um corte para eliminar os fios queimados.

Mais Matérias:

Mais Matérias

Espaço Diva

Fique ainda mais diva usando a hashtag #fiquedivacomniely no Instagram