Fique Diva - Cabelo tipo 2a, 2b e 2c: saiba tudo sobre os fios ondulados

07/02/2022 / Publicado por Amanda Cardoso

Cabelo tipo 2a, 2b e 2c: saiba tudo sobre os fios ondulados

Cabelo ondulado 2A, 2B ou 2C? Saiba como identificar a sua curvatura e cuidar dos fios (Foto: Instagram @anniegoukcurlygirl)

Cabelo ondulado 2A, 2B ou 2C? Saiba como identificar a sua curvatura e cuidar dos fios (Foto: Instagram @anniegoukcurlygirl)

O cabelo 2A tem a textura mais próxima do cabelo liso e ondulações leves (Foto: Instagram @ashleapenfold)

O cabelo 2A tem a textura mais próxima do cabelo liso e ondulações leves (Foto: Instagram @ashleapenfold)

 O cabelo ondulado 2B é o mais fácil de identificar por conta do formato de S bem definido (Foto: Instagram @slickback_buttahtoast)

O cabelo ondulado 2B é o mais fácil de identificar por conta do formato de S bem definido (Foto: Instagram @slickback_buttahtoast)

O cabelo 2C tem bastante volume e curvatura similar a do cabelo cacheado (Foto: Instagram @slickback_buttahtoast)

O cabelo 2C tem bastante volume e curvatura similar a do cabelo cacheado (Foto: Instagram @slickback_buttahtoast)

 Na finalização para cabelo ondulado, ténicas como a fitagem e o rake and shake ajudam a definir os fios (Foto: Instagram @jamiepaigebeauty)

Na finalização para cabelo ondulado, ténicas como a fitagem e o rake and shake ajudam a definir os fios (Foto: Instagram @jamiepaigebeauty)

Transição capilar de cabelo ondulado: cortes curtos como o pixie são ideais para fazer o big chop (Foto: Instagram @sarah_louwho)

Transição capilar de cabelo ondulado: cortes curtos como o pixie são ideais para fazer o big chop (Foto: Instagram @sarah_louwho)

Quem tem cabelo ondulado pode apostar em cortes repicados para dar volume e movimento aos fios (Instagram @_edwardsandco)

Quem tem cabelo ondulado pode apostar em cortes repicados para dar volume e movimento aos fios (Instagram @_edwardsandco)

Cortes em camadas e assimétricos são boas opções de cortes para cabelos ondulados (Foto: Instagram @unjadedjade)

Cortes em camadas e assimétricos são boas opções de cortes para cabelos ondulados (Foto: Instagram @unjadedjade)

O representante dos cabelos ondulados na tabela de curvaturas é o tipo 2. Dentro das categorias, esses fios ainda são subdivididos em três grupos: 2A, 2B e 2C. Descobrir em qual dessas você se encaixa é uma boa forma de entender o seu cabelo e conhecer as necessidades dele. Assim, não vai ter desculpa para recorrer à chapinha ou ao secador por não saber como cuidar das suas ondas naturais. Suas madeixas são lindas e quando começarem a ser tratadas da maneira correta, a beleza do ondulado ficará ainda mais em evidência. Confira as dicas!

O cabelo ondulado tipo 2A é o mais próximo do liso

A primeira categoria de cabelo ondulado é literalmente um passinho depois dos fios lisos. As ondulações aqui vão ser bem leves e sutis. As madeixas onduladas são quase tão sedosas e macias quanto as lisas, mas por apresentar curvatura, o óleo produzido pelo couro cabeludo não chega até as pontas com tanta facilidade. Portanto, dê bastante atenção às pontas e procure concentrar os tratamentos do comprimento para baixo. Dessa forma, você não terá nenhum problema com a oleosidade na raiz.

Quando for finalizar, a sugestão é usar a menor quantidade possível de produto e sempre os mais leves. Mousses e óleos reparadores são bem-vindos nas pontas. Evite deixar seus fios sem nenhuma proteção durante o dia. Lavar apenas com shampoo e condicionador e deixar o cabelo secar ao natural, sem nenhum cosmético, vai ser tentador. Mas os finalizadores vão ser uma camada protetora importante contra os danos diários.

Ondas mais espaçadas são características do cabelo tipo 2B

O cabelo 2B é um dos mais fáceis de identificar porque ele é o ondulado mais comum de ser encontrado. A primeira família do tipo 2 é facilmente confundida com fios lisos e a última com os cacheados, porém com o 2B não tem como errar. Nessa categoria, as ondulações se espalham por todo o comprimento e a raiz continua lisa.

As donas de cabelos 2B, geralmente, não sabem como conter o volume e isso acontece porque com esse tipo de fio, a finalização é necessária para definir as ondas. Opte por cremes, mousses e leave-ins bem levinhos para não correr o risco de pesar as madeixas. Para a rotina de tratamento, evite a raiz quando for aplicar as máscaras, passe apenas no comprimento.

Cabelos 2C vão trazer bastante volume para o visual

O último tipo da categoria dos cabelos ondulados possui fios mais grossos e as ondas formam um “S” bem definido. A melhor dica para cabelos 2C é investir em um corte que valorize o volume. Os modelos repicados ou em camadas vão funcionar muito bem aqui. Evite um look muito reto porque ele certamente vai esconder a beleza e as características naturais das suas ondas.

Na hora de finalizar, pode apostar nos ativadores de cachos e cremes multifuncionais. Tome sempre cuidado com a quantidade para não minguar as madeixas e deixar um aspecto oleoso. Para os tratamentos, busque focar bastante na hidratação e na nutrição. Quando necessário, as umectações vão ser de grande ajuda para eliminar o ressecamento e o visual opaco.

Cortes para cabelos ondulados: dicas de modelos para os fios tipo 2A, 2B e 2C

Falando em cortes de cabelo, eles são essenciais para valorizar os fios ondulados. Embora não exista uma única regra a ser seguida, alguns tipos de corte ajudam a valorizar a curvatura dos fios.

Cortes para cabelo ondulado 2A: cortes de cabelo com base reta como o long bob e o blunt bob são boas escolhas. Esses modelos deixam os fios mais encorpados e vão proporcionar mais definição e volume a esses fios que se aproximam mais da textura dos lisos.

Cortes para cabelo ondulado 2B: como esse é o “verdadeiro” ondulado, cortes como o wavy bob e cortes repicados como o shag hair são ótimas escolhas para valorizar as ondas e dar movimento aos fios. Você também pode apostar em cortes delicados e clássicos, como o corte chanel e o short bob.

Corte para cabelo ondulado 2C: por serem mais volumosas e próximas do cabelo cacheado, essas madeixas se dão bem com cortes que distribuem volume e dão leveza e movimento aos fios. Por isso, vale investir em um corte em camadas e cortes assimétricos como o chanel de bico. Repicar os fios nas pontas também é uma boa alternativa para dar leveza às madeixas.

 

Finalização do cabelo cabelo ondulado: dicas para dar definição e acertar nos produtos

Como nós explicamos ali em cima, cada curvatura de cabelo ondulado tem suas particularidades e vai se dar melhor com um tipo de finalizador diferente. De forma geral, é indicado que as onduladas apostem em cremes de pentear de textura leve a média para conquistar definição sem pesar os fios ou causar oleosidade. Um Pudim de Definição é uma boa aposta, porque é não oleoso e tem a textura consistente na medida para segurar a definição das ondas.

Quando o assunto é definir o cabelo ondulado - algo que é a meta de muitas divas com esse tipo de cabelo -, além da escolha do creme finalizador também é importante acertar nas técnicas de finalização. A fitagem é uma das técnicas com o passo a passo mais simples de seguir e que proporciona os resultados mais duradouros. 

A técnica rake and shake, “estica e balança”, é uma variação da fitagem que também confere bastante definição aos cabelos ondulados. Consiste em aplicar o creme de pentear nos cabelos fitando os fios com os dedos e, em seguida, afrouxar e balançar a mecha levemente com a mão e soltar.

 

Transição capilar do cabelo tipo 2A, 2B e 2C: como é o processo nos cabelos ondulados

A transição capilar do cabelo ondulado é similar em muitos aspectos a transição do cabelo cacheado, mas também suas particularidades. Um exemplo é que a diferença de textura das curvaturas 2A e 2B para a raiz alisada é menor, enquanto na transição dos cabelos 2C essa diferença é um pouco mais visível.

As madeixas onduladas também sofrem menos com o fator encolhimento, por isso o crescimento dos fios naturais é notado com maior facilidade. Por outro lado, as regras da transição capilar do cabelo ondulado são as mesmas que as das demais curvaturas: o processo começa quando você para de alisar os fios e termina quando o big chop é realizado.

Até lá, é importante manter o cronograma capilar em dia para tratar os fios que podem ficar sensibilizados durante essa fase de mudança e aprender alguns penteados para esconder as duas texturas sem recorrer à chapinha ou babyliss. Caso queira acelerar o processo para não lidar com essa diferença, adiante o seu big chop fazendo um corte curto e estiloso, como o pixie e o micro bob, que é uma versão mais curta do short bob.

Publicada em: 02/03/2018

Atualizada em: 07/02/2022

Espaço Diva

Fique ainda mais diva usando a hashtag #MUDEICOMCORETON no Instagram