Fique Diva - Estou em transição capilar e meu cabelo cresce mais rápido embaixo

27/02/2018 / Publicado por Marina Couto

Estou em transição capilar e meu cabelo cresce mais rápido embaixo

Na transição capilar, é comum achar que os cabelos que nascem próximo à nuca crescem mais rápido do que os que ficam no topo da cabeça

Na transição capilar, é comum achar que os cabelos que nascem próximo à nuca crescem mais rápido do que os que ficam no topo da cabeça

Os fios que ficam na frente e no topo da cabeça ficam mais expostos e, por isso, acabam ficando mais frágeis e ressecados

Os fios que ficam na frente e no topo da cabeça ficam mais expostos e, por isso, acabam ficando mais frágeis e ressecados

A umectação capilar com óleos vegetais mantém os fios nutridos e mais definidos durante a transição capilar

A umectação capilar com óleos vegetais mantém os fios nutridos e mais definidos durante a transição capilar

Na transição capilar, enquanto os cabelos naturais crescem e aparecem, você começa a perceber várias coisas. Uma delas é que os fios podem mudar de textura a todo momento e só você vai aprender a lidar a isso, seja com penteados, texturização ou apenas desapegando dos cachos perfeitos. Outra descoberta é que, mesmo que você não faça um big chop e corte os cabelos aos poucos, os fios parecem crescer mais rápido embaixo do que no topo da cabeça. Por que será? Saiba mais!

Os fios ficam mais expostos na frente e na parte de cima

A diferença de textura dos cabelos em transição capilar não é restrita só entre a parte que tem química ou não. Os fios que ficam na parte de baixo da cabeça, próximos à nuca, parecem que crescem mais rápido e que são mais hidratados do que os que ficam localizados no topo e na frente.

Isso acontece porque as madeixas de cima ficam muito mais expostas do as que estão próximas ao pescoço. Por isso, elas definem melhor, mais rápido e crescem com mais facilidade. Já os fios que estão no topo costumam ficar mais ressecados e a química demora mais a sair, justamente por eles ficarem mais frágeis e quebradiços.

A umectação com óleo vegetal nutre os cachos na transição

Os cabelos cacheados e crespos são naturalmente mais ressecados e precisam de constante hidratação e nutrição. Quando se está em transição capilar, os cuidados precisam ser reforçados, já que nesse período os fios estão fragilizados e a diferença de textura contribui para a falta de definição.

Nesse caso, além da máscara concentrada, use e abuse dos óleos vegetais. O produto natural é perfeito para nutrir profundamente e dar mais brilho aos cachos. A melhor pedida é fazer uma umectação, para que o tempo de ação do óleo nos fios seja ainda maior.

O corte ajuda a eliminar o restante da química e as pontas enfraquecidas

Na transição capilar, não faltam incentivos para fazer o big chop e acelerar o processo. Isso é muito legal, mas, como cada pessoa tem o seu tempo, não precisa fazer o grande corte se não se sentir à vontade.

No entanto, apostar em um corte a cada três meses é fundamental para eliminar as pontinhas mais prejudicadas, o restante de química que ainda ficou e deixar os fios com uma aparência mais saudável.

Mais Matérias:

Mais Matérias

Espaço Diva

Fique ainda mais diva usando a hashtag #fiquedivacomniely no Instagram