Fique Diva - Quem alisa o cabelo pode pintar os fios? Saiba como mudar o visual sem preocupações!

14/03/2017 / Publicado por Marina Couto

Quem alisa o cabelo pode pintar os fios? Saiba como mudar o visual sem preocupações!

Quem alisa os cabelos pode pintar os fios, mas com algumas restrições

Quem alisa os cabelos pode pintar os fios, mas com algumas restrições

As escovas progressivas são compatíveis com a coloração permanente

As escovas progressivas são compatíveis com a coloração permanente

Se você faz escova progressiva, dê um intervalo de pelo menos um mês antes de colorir as madeixas

Se você faz escova progressiva, dê um intervalo de pelo menos um mês antes de colorir as madeixas

Os cabelos alisados com guanidina, henê ou tioglicolato não podem usar coloração permanente

Os cabelos alisados com guanidina, henê ou tioglicolato não podem usar coloração permanente

Para as mulheres que usam químicas incompatíveis com a coloração permanente, o tonalizante está liberado, porém com um intervalo mínimo entre os procedimentos

Para as mulheres que usam químicas incompatíveis com a coloração permanente, o tonalizante está liberado, porém com um intervalo mínimo entre os procedimentos

Monte um cronograma capilar para tratar os seus cabelos alisados após a coloração. A reconstrução é o passo mais importante!

Monte um cronograma capilar para tratar os seus cabelos alisados após a coloração. A reconstrução é o passo mais importante!

Para mudar o visual, algumas mulheres se empolgam e querem fazer tudo ao mesmo tempo: cortar, alisar e mudar a cor dos cabelos. Mas, antes de começar a transformação, é preciso saber se as químicas são compatíveis entre si. Isso porque, dependendo dos produtos, você corre o risco de agredir profundamente as madeixas, até mesmo ter um corte químico. Então, segura a empolgação e leia antes as dicas do Fique Diva!

Quem faz escova progressiva está liberada para colorir as madeixas

Para as que alisam os cabelos com a escova progressiva, a coloração está permitida, sim. No entanto, não é aconselhável fazer os dois procedimentos no mesmo dia, porque os fios alisados ficam muito frágeis e quebradiços.

Além disso, esse tipo de alisamento forma uma espécie de capa protetora, impedindo que outros produtos penetrem nos fios. Ou seja, a cor pode não pegar direito e não ficar do jeito que você imaginou. O ideal, nesse caso, é dar um intervalo de um mês, pelo menos, entre uma química e outra. Se conseguir esperar mais tempo, melhor ainda.

Usa guanidina, henê ou faz relaxamento com tioglicolato? Atenção máxima!

Algumas químicas não são compatíveis de jeito nenhum com a coloração permanente, ainda mais quando esta vem acompanhada por água oxigenada de 30 volumes. É o caso da guanidina, henê ou relaxamento com tioglicolato. Essas substâncias, quando misturadas, podem causar sérios riscos, incluindo o perigoso corte químico.

A boa notícia é que, quem estiver interessada em pintar o cabelo de preto, consegue mudar o visual. A 1.110 Preto Ônix, de Mega Colors, está liberada, pois a Ox é de 20 volumes, compatível com essas químicas. Outra alternativa é usar um tonalizante, que não têm amônia. Mas não esqueça: faça um teste de mecha antes de colorir as madeixas e espere pelo menos 15 dias antes de fazer a transformação, combinado?

Proteja seus fios durante a coloração

Ao pintar os cabelos, principalmente se você tiver que passar por uma descoloração, sabemos que os fios podem ficar muito ressecados. Mas sabia que dá para minimizar esse problema com a queratina líquida e até mesmo com óleo vegetal?

Com o óleo vegetal - pode ser o de coco -, basta aplicá-lo por todo o cabelo no dia mesmo da coloração, sem precisar enxaguar. Você vai notar que aquele efeito espigado pós-química vai ser bem menor. Já a queratina líquida é ótima para ser usada com o pó descolorante, pois ela não altera a composição do produto e ainda deixa seus cabelos bem mais fortes.

Invista no cronograma capilar depois de pintar os cabelos

Você vai querer que a sua nova cor fique linda e brilhosa por bastante tempo, certo? Então, nada de deixar de lado os tratamentos depois de colorir as madeixas. O primeiro passo é hidratar bastante, de uma a duas vezes por semana, para devolver a maciez dos cabelos quimicamente tratados.

Não esqueça de caprichar na nutrição, de preferência com a ajuda de óleos vegetais, e também aposte na reconstrução para devolver a proteína perdida. Esse tratamento pode ser feito apenas uma vez por semana e de acordo com as necessidades das suas madeixas.

Mais Matérias:

Mais Matérias

Espaço Diva

Fique ainda mais diva usando a hashtag #fiquedivacomniely no Instagram