Fique Diva - Quero desistir da transição capilar, o que faço?

07/03/2018 / Publicado por Vitória Quirino

Quero desistir da transição capilar, o que faço?

A transição capilar é um período de bastante autoconhecimento, mas nem sempre é fácil passar por ela. Troque experiências com suas amigas, use acessórios diferentes e sempre se divirta com seus fios!

A transição capilar é um período de bastante autoconhecimento, mas nem sempre é fácil passar por ela. Troque experiências com suas amigas, use acessórios diferentes e sempre se divirta com seus fios!

A transição capilar é um processo de muito autoconhecimento e aceitação da sua própria beleza. Mas, mesmo sabendo de todos os benefícios desse período, isso não quer dizer que passar por ele seja mais fácil. A pressão de aguentar todos os comentários maldosos atinge bastante a autoestima das meninas que procuram voltar aos fios naturais. E tudo isso combinado ao fato de ter que lidar com um cabelo novo, que precisa de cuidados diferentes, pode ser demais para suportar. Mas, você não está sozinha nessa, diva! Por isso, separamos 7 dicas do que fazer nesse caso. Desde como ganhar foco e até o que fazer se desistir for mesmo a sua opção. Confira!

1. Faça amizade com meninas que já passaram ou estão passando pela transição capilar

Trocar informações e desabafos com pessoas do seu dia a dia vai fazer toda diferença na sua transição capilar. A internet é essencial para tirar suas dúvidas e te ajudar em pesquisas sobre seus fios, mas uma experiência mais real pode ser o que você precisa para ter apoio e uma carga de suporte. Nem sempre vai ser possível conseguir isso com seus familiares ou amigos e ter alguém que entenda exatamente o que você está passando vai ser um dose de incentivo para chegar ao seu objetivo final, que é ter um cabelo maravilhoso e saudável.

2. Aposte em penteados como as box braids, twists ou dreads removíveis

Se você está decidida a desistir da transição capilar, dê um tempo do seu cabelo e pense bem antes de qualquer coisa. Cuidar dos fios durante o processo e não ter os resultados da maneira como você gostaria é bem frustrante.

Para não ter que lidar com as texturizações demoradas, o cronograma capilar e as finalizações, opte por penteados como as box braids, twists e dreads removíveis. Eles vão recarregar a sua autoestima e paciência por um tempo e depois você terá certeza do que realmente quer.  Caso a opção seja desistir, está tudo bem. O importante é se sentir bem e feliz com o seu cabelo, seja ele alisado ou natural.

3. Use os acessórios a seu favor! Lenços e turbantes são ótimas opções

Esconda o cabelo quando você não souber o que fazer. É isso mesmo, diva! Os dias ruins vão existir, mas não deixe que eles tirem o seu foco. Abuse dos acessórios, lenços, turbantes e salve sua paciência nos Bad Hair Days. Não adianta se preocupar muito, porque assim como tudo na vida, esse dia vai passar.

 

4. Se joga nas tendências e chame atenção para o look

Caso a pior parte seja os comentários e pessoas encarando o seu cabelo, chame toda a atenção para o resto do look. Aproveite a fase de autoconhecimento para testar diferentes estilos que você sempre quis usar e nunca teve coragem. Se joga nos maxibrincos, batons diferentes, use roupas alegres e divertidas, essas atitudes podem contagiar a sua relação com o cabelo. Não custa nada tentar!

5. Mentalize tudo que te fez iniciar a transição capilar e pense na sua vida sem esses problemas

Ninguém começa a transição capilar a toa. Cada menina tem uma motivação diferente, mas é muito válido usá-la como incentivo para continuar. Se você cansou da chapinha, teve um corte químico, ficou com preguiça de fazer escova, quis sair na chuva sem medo ou ficou com o cabelo quebrado por conta da química, use todo esse sentimento a seu favor. Quando pensar em desistir, lembre tudo que te fez começar a transição capilar.

 

6. A transição não é permanente, é apenas uma fase

A sensação é de que a transição capilar nunca vai acabar, não é mesmo? Mas, isso não é verdade. Seus fios vão crescer e você vai conseguir chegar ao final. Essa fase é transitória e passageira. É preciso ter muita coragem, paciência e perseverança, pois o momento não é igual para todos. Cada menina vai vivenciar a transição capilar de uma forma diferente. Mas, o resultado final vai superar cada dia ruim, pode ter certeza.

7. Teste diferentes tratamentos e se divirta com seu cabelo

Todo conhecimento acumulado durante a transição capilar é válido, inclusive se você desistir. Todos os tipos de cabelo precisam de cuidados para crescerem fortes e saudáveis, até mesmo os que passam por processo de alisamento, relaxamento ou progressiva. Não pense que os tratamentos foram em vão caso desista dos fios naturais, continue cuidando das suas madeixas que o resultado será um cabelo maravilhoso, cacheado ou não.

 

Mais Matérias:

Mais Matérias

Espaço Diva

Fique ainda mais diva usando a hashtag #fiquedivacomniely no Instagram