Fique Diva - Tioglicolato x guanidina: saiba a diferença entre as duas substâncias que alisam os cabelos

07/01/2016 / Publicado por Raquel Brandão

Tioglicolato x guanidina: saiba a diferença entre as duas substâncias que alisam os cabelos

O tioglicolato é indicado para mulheres de cabelos cacheados que querem alisar, relaxar ou definir os cachos

O tioglicolato é indicado para mulheres de cabelos cacheados que querem alisar, relaxar ou definir os cachos

Já a guanidina é mais potente e é indicada para as mulheres de cabelos crespos

Já a guanidina é mais potente e é indicada para as mulheres de cabelos crespos

O tioglicolato e a guanidina não são compatíveis

O tioglicolato e a guanidina não são compatíveis

Tioglicolato tem o poder de penetrar na fibra capilar, tornando-a maleável para ser alisada ou enrolada

Tioglicolato tem o poder de penetrar na fibra capilar, tornando-a maleável para ser alisada ou enrolada

A guanidina tem o poder de alinhar a fibra capilar e é indicada para mulheres de cabelos crespos

A guanidina tem o poder de alinhar a fibra capilar e é indicada para mulheres de cabelos crespos

Antes de aplicar o tioglicolato ou guanidina, faça o teste de mecha para verificar se seus cabelos estão resistentes o suficiente para receber a química

Antes de aplicar o tioglicolato ou guanidina, faça o teste de mecha para verificar se seus cabelos estão resistentes o suficiente para receber a química

O tioglicolato de amônia e a guanidina são componentes bastante conhecidos pelas brasileiras, já que ambos tem o poder de alisar os cabelos. Mas antes de escolher entre os dois, é preciso saber como cada um age nos fios, já que existe diferença na hora do alisamento para as cacheadas e crespas.

Como o tiolglicolato de amônia age nos fios?

O tioglicolato pode ser realizado para três tipos de tratamento: alisamento, relaxamento e permanente. Tudo depende de qual técnica será feita nos fios para obter um dos resultados. Da família dos tioglicólicos, o componente tem o poder de penetrar profundamente dentro das fibras capilares, tornando-as flexíveis para serem enroladas ou alisadas. 

Por exemplo: se você escolher o permanente, o seu objetivo são cachos superdefinidos. O tioglicolato será aplicado conforme indicado no folheto explicativo e o formato perfeito dos caracóis serão por conta dos bigudins, acessório já conhecido no mundo das cacheadas.

O tioglicolato é indicado para as mulheres de cabelos cacheados 

Mulheres de cabelos cacheados podem usar o tioglicolato para relaxar, alisar ou fazer o permanente com os bigudins. Os crespos e muito crespos não entram na lista! Mas atenção para as substâncias que não são compatíveis: se você tem coloração nos fios com oxidante de 30 volumes, descoloração, hennê ou henna, hidróxido de guanidina, óleo alisante, chapinha ou pente quente, é imprescindível esperar, no mínimo, seis meses sempre cortando as pontas, para não correr o risco de quebrar os fios.

Como a guanidina age nos cabelos e em qual tipo de cabelo é indicada?

A guanidina tem o poder de alinhar a fibra capilar e reduzir totalmente o volume. É indicada para mulheres de cabelos crespos, que tem como o objetivo fios lisos chapados. Assim como nos procedimentos, como relaxamento e permanente (tioglicolato), quem for usar o componente deve passar por uma prova de toque e um teste de mecha para saber se as madeixas estão em condições de receber o alisamento. 

Tioglicolato e Guanidina não são compatíveis!

Se você já fez alisamento, permanente ou qualquer outro procedimento com o tioglicolato de amônia, saiba que está terminantemente proibida de usar a guanidina e vice-versa. As duas químicas não são compatíveis e, em contato uma com a outra, ocorre a quebra instantânea. 

Mais Matérias:

Mais Matérias

Espaço Diva

Fique ainda mais diva usando a hashtag #fiquedivacomniely no Instagram